sábado, 25 de julho de 2009

Musa Marisa

Canta bem baixinho e traz na voz aquele passarinho escondido no tom do coração.


Sabiá que se banha no orvalho e se apoia no galho pra festejar a manhã com canto de emoção.


Faz dormir, minha musa, com a voz que me acompanha no dia de solidão.


Encha logo de acalanto aquele que em pranto tem vazio o coração.






Um comentário:

Karen disse...

Sempre quando puder estarei aqui Ném,
pra ver quão belo seu dom,
e claro pra vc não esquecer de
fazer aquela poesia que vc me
prometeu nééé rsrsrs ;)

bjinhos